Para mim, o solstício de Verão corresponde ao início de um novo ciclo e talvez não seja por acaso que ele começa um dia depois do Dia Mundial do Refugiado. Estes dois factos deixaram-me a pensar e inspiraram-me a escrever este texto.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), em 2018 mais de 70 milhões de pessoas em todo o mundo foram forçadas a abandonar ou impedidas de regressar às respetivas casas.

1 em cada 2 refugiados era menor de idade. Cerca de 111 mil crianças que se encontravam nesta situação não estavam acompanhadas por qualquer elemento da respetiva família.

Quase 4 em cada 5 refugiados permanecem numa situação de deslocamento há pelo menos cinco anos.

De que nos queixamos então?

Da refeição não estar no ponto? Existem milhões de pessoas que não têm uma refeição condigna.

Da água do duche estar fria? Existem milhões de pessoas que nunca saberão o que é ter água canalizada.

Do automóvel ter um risco na pintura? Existem milhões de pessoas que não sabem o que é andar de carro.

Que está a chover? Existem milhões de pessoas que nunca verão a chuva a cair, nem tão pouco as escalas de cor do arco-íris.

De casa, dos sapatos, da roupa que temos? Existem milhões de pessoas que tiveram de abandonar tudo isso. Em horas.

De que nos queixamos?

De não agradecer. Só nos podemos queixar de não nos sentirmos gratos. Verdadeiramente gratos.

Por ver, por ouvir, por ler, por sorrir, por cheirar, por termos uma cama, uma refeição, duas pernas, dois braços, uma mente, um coração, uma alma que nos une a todos e ao Todo.

Está na hora de mudar. Está na hora de agradecer.

Retiro Transformação
   

Está na hora de nos unirmos. Está na hora de começarmos um novo ciclo.

Eu sei que tu sabes que tudo na vida é regido por ciclos.

Manter-nos agarrados aquela pessoa, aquele emprego, aquela função, aquela equipa, aquele local ou aquela situação impede-nos de iniciar um novo ciclo, livre de amarras invisíveis.

São estas amarras que puxam, agarram e impedem o avanço. São amarras mentais, financeiras e emocionais.

Ao resolveres o que tens para resolver de forma verdadeira ganhas paz interior. Ao ganhares paz interior ganhas clareza. Ao ganhares clareza ganhas entusiasmo.

Ao ganhares entusiasmo entras num novo ciclo com a energia que o teu coração precisa para te impulsionar para novos caminhos a serem percorridos e ávidos de serem conquistados.

Começa agora um novo ciclo. Com gratidão. Com leveza. Com clareza.

aqui como te podes libertar das amarras e ganhar clareza neste novo ciclo.

Desejo-te um dia inspirador.

Mário Caetano

Coach, autor e palestrante inspirador

Pin It on Pinterest

Share This