As pessoas que estavam nas mesas do café gritaram, o taxista que seguia com o cliente no banco de trás gritou, a cabeleireira gritou com as mãos cheias de espuma, as minhas filhas gritaram porque eu gritei. De alegria.

No dia 10 de Julho de 2016 todos gritamos: “Ganhamos! Ganhamos! Portugal! Portugal!”

Sabes uma coisa? Ganhamos mesmo. Ganhamos força para saltar, ganhamos vontade para sorrir, ganhamos energia para continuar, ganhamos capacidade de acreditar, ganhamos poder para celebrar.

É este o poder do ganho em torno de uma causa. Podemos falar de futebol, música, dança, equipa, família ou qualquer outra atividade ou situação.

Uma coisa sabemos, quando nos unimos em torno de uma causa ou de um propósito superior, geramos + força, + vontade, + energia, + fé, + celebração.

E tudo isto gera mais felicidade.

Momentânea, podes dizer. Passageira, podes afirmar. Sim, é verdade, este sentimento de felicidade pode ser tão efémero se…

…nos esquecermos de nos voltarmos a unir em torno de algo. Apenas se nos esquecermos.

 

 

Para ganharmos continuamente de forma a sentirmo-nos mais felizes, precisamos de nos unir. Em torno de algo. Que faça sentido. Na tua vida. Na minha vida. Na nossa vida. Todos os dias.

Sim, precisamos de nos sentir preenchidos, sentir que a nossa vida tem um sentido maior e que este sentido depende de nos ganharmos todos os dias.

Ganhamo-NOS quando nos abraçamos, quando de alegria saltamos, quando celebramos.

Ganhamo-NOS quando escolhemos todos os dias entrar em campo e jogar o nosso futebol, da forma como sabemos, à nossa maneira.

Ganhamo-NOS quando no campo entramos e jogamos.

Na verdade ao ganharmos, ganhamo-NOS.

Partilho contigo um pequeno vídeo do que algumas pessoas ganharam quando ganharam sentido para as suas vidas. Vê aqui neste link , ou vê em baixo se preferires.

 

 

Desejo-te um dia inspirador!

Mário Caetano

 

 

Pin It on Pinterest

Share This