Quando ela falou comigo, dizendo-me que não percebia porque a “chama” tinha gradualmente desaparecido do seu relacionamento com o passar dos anos e que não sabia mais o que fazer, eu tranquilizei-a e disse-lhe que era algo que acontecia com alguma “normalidade nos relacionamentos.

Os fatores que identifiquei foram vários, sendo que chegámos à conclusão que eram 2 os fatores que mais tinham contribuído para que a paixão se tivesse apagado no seu relacionamento:

– Um fator era a forma sucessiva como ela colocava os filhos “no meio” do relacionamento com o seu marido, retirando todo o tempo e energia necessários para que a paixão tivesse espaço para reaparecer e voltar a acender-se.

– O outro fator era a continua “habituação” do casal um ao outro, com a mistura de gostos individuais e a coabitação diária com perda de estímulo, o que os levou a perderem gradualmente a identidade individual ao longo dos anos levando-os consequentemente a confundirem os seus papéis dentro do casal e à consequente perda de atração mútua.

 

Existem 6 níveis num relacionamento, e ela encontrava-se claramente no nível 2 – um relacionamento com amor e pouquíssima paixão.

Criamos um plano e estabelecemos compromisso para que ela fizesse a sua parte para que a paixão se reacendesse. E foi incrível ver como o seu relacionamento se transformou.

 

Como referi anteriormente existem outros fatores que vão apagando a chama. Existem também várias coisas que podemos fazer para que esta se acenda. Gravei este vídeo explicando uma das coisas que podemos fazer para acender a paixão num relacionamento. Clica no vídeo em baixo.

 

Desejo que a paixão faça parte do teu relacionamento. E da tua vida.

 

Desejo-te um dia inspirador.

Mário

 

PS: se queres aprender a reacender a paixão no teu relacionamento, clica aqui.