Todos nós nascemos com talento e por isso acredito que também tu o tens. Partilho contigo 5 formas que te ajudarão a descobrir o teu talento. Para isso precisas de um caderno e de uma caneta.

5 formas de descobrires o teu talento

1. PROCURA AQUILO QUE TE FAZ SENTIR CENTRADO

Quando estás no teu centro, quando estás alinhado, colocas a dúvida de lado e dás lugar à certeza interior de que vais conseguir atingir aquilo que queres. Sem o conseguir explicar logicamente, sentes que vais conseguir. Lembra-te agora de momentos em que essa certeza existiu. O que estavas a fazer?

Agarra agora no caderno e escreve.

2.PERGUNTA À TUA FAMÍLIA O QUE GOSTAVAS DE FAZER QUANDO ERAS CRIANÇA

As pessoas que há mais tempo nos conhecem são as pessoas que nos podem relembrar melhor aquilo que adorávamos fazer quando éramos crianças. Pergunta aos teus familiares o que fazias durante horas a fio enquanto criança. Podia ser a escrever, a pintar, a jogar, a tocar, a ouvir, a compor, a cantarolar. À medida que crescemos e nos tornamos adultos, assumimos de forma séria responsabilidades e esquecemo-nos de pequenas coisas que nos divertiam e com as quais brincávamos. O tempo em criança parava contigo a fazeres o quê?

Pergunta a 5 pessoas e escreve.

3.PERGUNTA AOS TEUS AMIGOS AQUILO EM QUE TU ÉS BOM

É inspirador ter um conjunto de amigos a falar de nós. Reúne-os e pergunta-lhes que qualidades tens tu. Pede-lhes para serem totalmente verdadeiros. Ouve as suas opiniões e esquece as tuas justificações. Ouve apenas. Que qualidades veem os teus amigos em ti?

Pergunta a 3 pessoas e escreve.

4.AGARRA NO TEU CADERNO E ESCREVE

Agarra num caderno todas as manhãs, e escreve logo ao acordar aquilo que adoras fazer. Escreve apenas, sem nunca leres a página do dia anterior. Ao 16º dia lê todas as páginas que escreveste durante os 15 dias. Vais-te surpreender. Já tens o caderno pronto para começares?

5.PROCURA O TALENTO NOS OUTROS

Quando procuramos talento nos outros ativamos a nossa vontade e o nosso foco. Vemos coisas que sempre lá estiveram e que anteriormente não víamos somente por não as procurarmos. Pode ser alguém que é bom a organizar, ou a liderar, ou a cozinhar, ou a escrever, ou a desenhar, ou a consertar coisas, ou a contar histórias. Foca-te 5 min por dia em procurares aquilo em que os outros são bons e parecem não reparar e elogia-os por isso. Vais adorar fazê-lo.

Agora que tens várias pistas, escreve:

  • 3 coisas que descobriste acerca do que gostas de fazer.
  • Marca na tua agenda semanal uma pequena ação que vais fazer com cada uma delas, dentro ou fora do teu horário laboral, pois depende da descoberta.
  • Entra em ação, faz, avança.
  • Retira as expetativas e diverte-te pura e simplesmente a fazê-lo.
  • Partilha com os teus amigos, comigo e com a minha equipa os resultados, por e-mail (info@mariocaetano.net) ou no facebook.

Desejo-te descobertas inspiradoras.

 

Mário Caetano

Coach & Palestrante Inspirador

 

Pin It on Pinterest

Share This