Hoje no nosso blog deixamos-te um artigo que sai durante o mês de Outubro na revista ZEN energy. Esperamos que te inspire.
 
zen-de-outubro
 
 Viver escondido por detrás de cortinas invisíveis durante toda uma vida impede que descubra e vivencie o seu talento. Estas são as 4 razões para sair por detrás da cortina.
 
 

1. Vai mirrando

Ao passar a vida por detrás da cortina vai mirrar. Porquê? Porque o mundo está a mudar a uma velocidade alucinante e se não se adaptar rapidamente, o mundo não será complacente consigo. É duro e você sabe que é verdade. Todas as pessoas que tiveram sucesso, deram o passo e saíram por detrás da cortina. Só saberá se o futuro é promissor dando o salto para a frente. Porque não fazê-lo e perseguir aquilo que ama? Ainda aí está?
 
 

2. O seu maior problema é a sua maior prenda

Muitas vezes refugiamo-nos por detrás da cortina para contarmos a mesma história de sempre, vezes sem conta. Gostamos de remexer as velhas histórias que residem no nosso baú, encontrando culpados e fazendo o papel de vítima. Se é para remexer, que seja a fundo. Porquê? Porque se tiver coragem e se se deixar de histórias e for bem ao fundo do seu problema, encontrará uma prenda. Apenas conseguirá abrir essa prenda com um código especial: o código da verdade. Di-la e observa a prenda.
 
 

3. A falta de ação conduz ao sofrimento

 A inação pode recompensar o seu papel confortável de observador por detrás da cortina… apenas no curto prazo. Se continuar a utilizar esta estratégia, verá que todo o seu potencial se apagará aos poucos, dando lugar a emoções pouco saudáveis, como a frustração, raiva e vergonha. Verá que no final da sua vida, esta se traduziu em sofrimento por incapacidade e falta de coragem. Coragem? Sim, coragem. Você tem-la dentro de si, tal como eu e todas as outras pessoas. Ter coragem significa a ausência de medo? Não, claro que não. Significa reconhecer que o medo está lá e que está na hora de o enfrentar. Está na hora?
 
 

4. Descobrirá o seu propósito de vida

Sim, o seu propósito de vida está do outro lado da cortina. Se ficar por detrás da cortina a observar o seu propósito, ele decerto não falará consigo. Olhará para ele, bem como ele olhará para si. Ponto. É nossa missão descobrir um sentido maior para a vida e este terá de ser lapidado com acção, envolvido com ternura e servido com amor. O seu propósito clama por si. Já o ouve?”
 
 
zen-01
 
Tem uma leitura inspiradora!
 
 

Equipa Mário Caetano