Estamos a chegar ao final do ano e alguns de nós começam a fazer o balanço de 2011 e começam a definir os seus objectivos para 2012, que, segundo estudos científicos, apenas 3% da população o consegue fazer. Definir objectivos inspiradores para as suas vidas.
 
 

Pode definir o que quer para diferentes áreas da sua vida: o que idealiza numa relação familiar, que tipo de corpo e alimentação pretende, como vai investir no seu desenvolvimento pessoal, como equilibrar as suas finanças, o que vai fazer para obter tranquilidade e paz interior ou ter um conjunto de amigos que o suportem e o desafiem nas suas conquistas.

 
Pergunta: qual o preço a pagar?
Sim, o que pretende DAR em troca da conquista dos seus objectivos?
 
A maior parte das pessoas que me pedem ajuda para atingir os seus objectivos, tomam consciência de que existe um preço a pagar para obterem aquilo que mais desejam.
 
* Se querem uma excelente relação familiar, escolhem investir tempo de qualidade em estarem PRESENTES com aquela pessoa.
 
* Se querem emagrecer ou conquistar alguma prova, escolhem investir  no treino e na excelência da alimentação com quem sabe.
 
* Se querem ter sucesso financeiro e tornarem-se empreendedores, escolhem investir o seu dinheiro e sabem que antes de atingirem o sucesso financeiro, em média declaram falência 3,4 vezes.
 
* Se querem estar preparados para os tempos futuros, escolhem investir em livros, audio books e cursos que permitam o seu desenvolvimento pessoal.
 
Se querem atingir algo, sabem que têm de investir.
Se querem atingir algo, sabem que existe um preço a pagar.
 
O preço a pagar tempo.
O preço a pagar energia.
O preço a pagar dinheiro.
 
A relação é simples: se nada der, nada recebe. Se tudo der, acabará por receber. E muito! Qual o preço a pagar por aquilo que quer atingir?
 
 
Equipa Mário Caetano
 

Pin It on Pinterest

Share This