Será o coaching uma ciência recôndita apenas ao acesso de alguns? Serão necessários anos de estudo a fio para me tornar num coach de excelência? Que ferramentas e estratégias preciso de dominar para começar a fazer coaching?

 

Untitled design (24)

 

Estas são algumas perguntas que me têm feito durante os últimos anos no meu contacto com o grande público. 

 
Acredito, que todos nós nascemos com determinados talentos e a passagem pela vida permite-nos descobri-los. Um destes talentos, é a capacidade que todos temos em realizarmos as perguntas certas em função do nosso objectivo, ou seja, sermos verdadeiros coachs.
 
A pergunta certa trar-nos-á a resposta certa, e um dia alguém me perguntou “Se tivesse de resumir em alguns passos o que as pessoas podem fazer para se sentirem mais felizes, o que seria?”.
 
Ora, de uma forma muito prática, decidi retirar complexidade à vida, simplificar o processo e resumi alguns passos que me ajudaram a ajudar muitas pessoas.
 
Chamo-lhes os “5 passos de um auto-coach” e gostaria de os partilhar consigo.
 
Um dia, um cliente meu que vive fora de Lisboa, ao chegar à cidade ligou-me a perguntar onde ficava o meu escritório. Dei-lhe a morada, desliguei, e minutos mais tarde voltava-me a ligar a pedir ajuda. Perguntei-lhe onde estava, e através das indicações que me dava, percebi que ele desconhecia o local. Ele tinha a morada do meu escritório, mas não sabia onde estava.
 
PASSO UM, auto-avalie-se. Saiba exactamente onde está ao dia de hoje, saiba qual o seu estado actual. As pessoas com maior capacidade de progressão, são aquelas que sabem exactamente onde estão. Para saber o seu estado actual, o coaching desenvolveu uma ferramenta rápida e prática chamada roda da vida. A roda da vida tem como finalidade avaliarmos o nosso nível de satisfação em qualquer momento da vida. Ao fazer agora uma roda numa folha de papel, divida-a em 5 áreas iguais. Se o centro representar zero de satisfação, o bordo da roda representará dez de satisfação, ou o nível máximo de satisfação possível.
 
Podemos denominar uma destas 5 áreas como a área físico/prática, englobando a satisfação com o corpo que tem neste momento, com o nível de energia que possui durante o dia, ou com os bens materiais que detém. Outra área será a área das emoções e pode avaliar o seu nível de satisfação com a paixão que tem por si ou por outros, como está o seu relacionamento e qual o nível de satisfação com as amizades que possui e o tempo que investe nas mesmas. De seguida, temos a área mental ou de pensamento, e nesta área pode avaliar o seu nível de satisfação com as coisas que aprendeu nos últimos 6 meses, que estímulos existem na sua vida, qual a sua capacidade de memória e de raciocínio. A quarta área é a financeira, e a pergunta que pode colocar a si próprio é “qual a minha satisfação com a quantidade de dinheiro que tenho neste momento?”. Por último e deveras importante temos a nossa área espiritual ou de significado. Sinto-me alinhado, conectado comigo ou com um poder superior, invisto diariamente tempo neste sentimento de bem estar e paz interior? Qual a minha satisfação com o que dou aos outros? Tenho contribuído para a minha comunidade, através do meu talento, do meu dinheiro, do meu sorriso, do meu obrigado, da minha congratulação para com o trabalho dos outros?
 
Por cada área que vai passando, faça um traço, coloque um número de 0 a 10 que represente a sua satisfação e pinte do centro até ao número. Seja totalmente honesto e pergunte a si próprio “ se colocasse esta roda no chão, qual seria o seu desempenho?”.
 
Identifique agora a sua área de alavancagem, ou seja, a área que se atingisse o nível 10 de satisfação, existiria um reflexo positivo em todas as outras. É aí que tem de se focar!

PASSO DOI
S, defina e foque-se nos seus objectivos. Quando nas minhas formações faço a pergunta “Quem quer partilhar os seus objectivos?”, algumas das pessoas dizem-me que querem ser mais felizes, ter mais dinheiro, ter um emprego melhor, sentirem-se realizadas. Eu chamo a isto de objectivos subjectivos.
 
O nosso cérebro precisa de especificidade para se poder focar, e para conseguirmos atingir os nossos objectivos precisamos de saber especificamente aquilo que queremos, quanto queremos, se o objectivo depende de nós, se acreditamos realmente no objectivo e o porquê de o querermos atingir e quando é que pretendemos que o nosso objectivo seja atingido. Seguindo estes parâmetros, na maioria dos casos, os objectivos são atingidos antes mesmo do timming definido. Especificidade é poder!

PASSO TRÊS
, aceite desafios e cresça, expanda a sua zona de conforto. Existem estudos científicos que dizem que o ser humano tem cerca de 65.000 pensamentos dia. Após o descanso nocturno, os pensamentos do dia seguinte variam cerca de 7%, o que quer dizer que andamos quase sempre a pensar da mesma forma, nas mesmas coisas, utilizando os mesmos caminhos, lavando os dentes com a mesma mão, sentando-nos no mesmo local em casa durante as refeições anos a fio, fazendo as mesmas perguntas a nós mesmos, etc.
 
Faça uma coisa diferente todos os dias. Estimule-se, inscreva-se num curso, compre um tipo de livro diferente, ouça um audiobook que lhe dê auto-confiança, escolha um novo caminho para Ir para o trabalho ou buscar os seus filhos à escola. Desenvolva-se, saia da caixa, experimente coisas novas. Enquanto escrevo este artigo, recordo-me de dar os parabéns a uma pessoa que vi hoje na praia. Tinha 71 anos e estava a fazer body board. Saia do quadrado!

PASSO QUATRO
, modele estratégias de sucesso. Richard Bandler e Jonh Grinder, criadores da programação neuro linguística, provaram que, se alguém atingiu um determinado resultado à face da terra, qualquer pessoa é capaz de o reproduzir através da ciência da modelagem.
 
Lembra-se dos objectivos específicos definidos no passo dois? Como os poderá atingir mais rapidamente, com menos esforço e com mais alegria? Procure a pessoa que já atingiu esse objectivo. Analise que estratégias esta utilizou. Que passos deu. Que conhecimentos travou. Se pretender ser um vendedor de excelência, um atleta de elite, um homem de negócios bem sucedido, um líder exemplar, um coach de excelência, procure o melhor. A pessoa que para si é uma referência, um role model. Modele de preferência pessoalmente. Modele através de livros, filmes, audio books. O sucesso deixa pistas. Encontre-as, modele-as e atinja o resultado que procura!

PASSO CINCO
, auto-responsabilize-se pelos seus resultados. Ultimamente vejo bastantes pessoas a falarem dos outros e daquilo que não querem. Quando isto acontece, o nosso foco está nos outros e não em nós. Quando o nosso foco está nos outros, não conseguimos influenciar os nossos resultados. 
 
Foque-se naquilo que interessa. Foque-se nos seus objectivos e em como estes o poderão ajudar a si e aos outros a serem pessoas mais alegres, mais fortes, mais unidas, mais preenchidas. Se o resultado não for aquele que pretende, mude de estratégia. Até quando? Até…
 
Acredito que a pessoa que somos hoje, é consequência das nossas escolhas passadas. Escolhas apenas nossas. O melhor de tudo isto, é que a pessoa que seremos amanhã, será o resultado das escolhas que fazemos hoje.
 
Você é o único dono do seu destino. Responsabilize-se pelas suas escolhas e seja um coach de excelência!
 
 
Mário Caetano
Coach & Palestrante Inspirador
 
 

Pin It on Pinterest

Share This