Compartilhar exige tempo, disposição e acções práticas. Significa partilhar algo no seu todo, compartilhar uma casa, um conhecimento ou qualquer outra coisa e Partilhar significa partir em bocadinhos e repartir com os outros. Apenas podemos compartilhar se estivermos aptos a partilhar.
 
 
Untitled design (26)
 

 

Só compartilhamos a nossa alegria, a nossa vida, o nosso conhecimento, o nosso ser com as outras pessoas se estivermos aptos a partilhar. Partilhar é mais que uma dádiva material ou uma simples oferta que fazemos. Partilhar é dar e receber talentos, é comunicar verdadeiramente o que somos e temos. Ninguém dá apenas e ninguém recebe apenas. Ambos damos e recebemos, carinho, amizade, sabedoria nas mais diversas áreas, para depois podermos compartilhar vida, emoções, realizações, sonhos e esperanças. Mas para isso é preciso estarmos comprometidos em darmos mais e melhor do que somos e temos a cada momento. Compartilhar a vida é também isso, escolher ser mais, dar mais e o melhor de nós. Dar mais ajuda-nos a crescer e a alegrarmo-nos na descoberta da partilha.

Inspirados pelos resultados e transformações que acompanhamos diariamente na vida das pessoas que já ajudámos a expandir Confiança e Liderança, partilhamos hoje um testemunho muito especial de um dos muitos Embaixadoras de Confiança do nosso Movimento: a Marta Leal.

Obrigado Marta pela tua generosa contribuição, obrigado por compartilhares e partilhares a tua história!

“Não me lembro de ter sonhado em casar e lembro-me de ter sonhado com um príncipe. Não me recordo de tudo o que ouvi mas lembro-me de algumas coisas que li. Saltei, pulei, brinquei e sonhei. Cresci, vivi e um dia chorei. Cresci com regras e ficaram-me verdades das quais não duvidava. Vivi o que os outros queriam que eu vivesse e fui o que todos queriam que fosse. Um dia chorei não pelo que era mas pelo que sabia ser.

Ganhei medos. Culpei os outros. Perdi confiança. Perdi o acreditar e acredito que mais uns tempos perdia o sonhar. Evitei verdades e fabriquei vontades. Mais fácil parecer do que ser. Os outros sempre os outros. Lutamos entre o que somos e o que nos impusemos ser. E um dia olhamos e não nos conhecemos.

Queria amar mas fugia do amor, queria abraçar mas tinha medo do contacto dos outros, queria dançar mas tinha medo do ridículo, queria ser apenas aquilo que sou mas não tinha coragem para o fazer.

Acredito que é das pequenas decisões que nascem novos caminhos. Acredito que o dia em que fiz o Curso Confiança Agora, com o Mário Caetano, foi o dia em que decidi avançar, enfrentar-me e tomar as rédeas da minha vida.

Hoje, avanço todos os dias mais um pouco. Saio diariamente da minha zona de conforto e rumo aos meus objectivos. Aprendi a gostar de quem sou. Agradeço todos os dias o que conquistei. Evoluo com a convicção de querer fazer a diferença. Evoluo sempre com a vontade de crescer. Hoje, confio, abraço, beijo e digo o que sinto. Hoje danço e sorrio. Porque é assim que sou e é assim que escolho ser. Hoje, sou líder da minha vida!!!!!

Sonhos? O de que muitos sintam o que eu sinto, vivam o que eu vivi e sejam o que hoje sou.
Um Desafio? Que se atrevam. Que avancem. Que sejam confiantes e se tornem embaixadores da confiança.
Vontades? De abraçar eternamente aqueles que um dia mudaram o rumo da minha vida.
Última frase? Existem os que sonham e existem os que acreditam na concretização desse sonho.

Somos muitos mas é minha convicção que seremos muitos mais.” Marta Leal

 
 
Equipa Mário Caetano