POSSO ESCOLHER DUAS MANEIRAS DE CONVIVER COMIGO E VIVER A MINHA VIDA: COM MEDO DE SER A PESSOA QUE SOU OU A CONFIANÇA E AUTO-ESTIMA

A CONFIANÇA é a bagagem mínima indispensável para eu levar uma vida saudável e feliz, ultrapassando todas as dificuldades, resistências e frustrações que possa encontrar pela frente. Auto-estima é auto-amor. Amor por mim mesmo! Significa eu aceitar-me incondicionalmente, assumindo ser o que eu sou. Na prática, significa eu ser capaz de gostar de mim, de me compreender, de me aceitar como eu sou e da maneira que eu estiver em cada momento e situação da minha vida.

Untitled design (11) 

QUANTAS VEZES É QUE ME QUESTIONO SE CONSIGO OU NÃO?

CONFIANÇA é ter a capacidade de ACREDITAR naquilo que eu não vejo e ainda assim AVANÇAR. A maior parte das coisas que eu não posso, eu não posso não porque eu realmente não posso, mas porque eu tenho uma crença: Acredito que eu não posso, que não sou capaz. Reconhecer e afirmar para mim mesmo que eu posso, que eu crio agora o meu destino e avanço, que lidero a minha vida é o primeiro passo para eu realmente vir a poder, a concretizar, até mesmo coisas que eu sempre julguei que eu jamais poderia alcançar.

Na prática, CONFIANÇA é ACREDITAR firmemente que eu sou capaz, que eu posso, que eu consigo, que eu tenho capacidade e energia para ir em frente na conquista dos meus objectivos, para aprender o que eu não sei, para reconhecer e aproveitar as oportunidades, para ultrapassar os obstáculos que surgem, para superar os meus bloqueios, para vencer as minhas limitações, para me colocar em acção.

QUANTAS VEZES SINTO MEDO NUMA DETERMINADA SITUAÇÃO?

O oposto de amor não é ódio, assim como o contrário de acreditar não é duvidar como algumas pessoas imaginam. O oposto de amor e acreditar é uma única coisa: medo. Onde o medo se instala, não há oportunidade de progressão, nem para acreditar, nem para o amor. É o medo de ser rejeitado que não me permite ter amor por mim mesmo. É o medo de ser eu mesmo que me leva a reprimir e até a destruir o que eu verdadeiramente sou, a minha verdadeira identidade. É o medo de errar, de fracassar, de perder que me leva a duvidar até mesmo das oportunidades reais que eu posso acertar, conseguir, ganhar.

Quando eu olho o futuro através da lente do medo tudo que eu vejo é angústia, ansiedade, tristeza e desolação. Quando eu olho o futuro através da lente da CONFIANÇA, tudo que eu vejo é alegria, satisfação, resultados alcançados, paz e prosperidade. Onde há CONFIANÇA, há esperança, essa doce sensação de que o amanhã será melhor do que o hoje, e que os esforços do presente, do AGORA resultarão no futuro sonhado. Onde há medo, há desespero, essa terrível condenação que me obriga a ser prisioneiro de um presente “sem saída e sem solução” e a viver por viver, aguardando, apenas, passivamente, o inevitável: o que os outros escolhem para mim, por mim, para a minha vida.

QUANTO TEMPO MAIS ESTÁ DISPOSTO A ESPERAR DAR AQUELE PRIMEIRO PASSO PARA SER E FAZER O QUE REALMENTE QUER PARA A SUA VIDA?  QUANTAS VEZES JÁ PENSOU QUE A VIDA QUE TEM É RESULTADO DAS SUAS ESCOLHAS E DECISÕES? 

A sua vida pertence-lhe por direito! É sua responsabilidade, através dos seus comportamentos, das suas escolhas, da energia que investe em fazer acontecer o que realmente quer, fazer com que ela lhe pertença de facto. A CONFIANÇA é um estado que pode escolher construir e assim se transformar no personagem principal da sua própria história… A SUA VIDA! A única coisa a que estamos condicionados é ao poder da escolha, mesmo quando escolhemos não escolher. Será que alguém escolhe por nós? E sendo assim …então… de quem foi a escolha?

 

Mário Caetano

Coach & Palestrante Inspirador

 
 

Pin It on Pinterest

Share This