Todos queremos alcançar a felicidade, trocando o cansaço pela tranquilidade, a frustração pela paz interior, e o vazio pelo preenchimento. Como acredito que a felicidade é um trabalho interior a tempo inteiro, partilho contigo 4 formas de viver a felicidade que mereces:

  1. Vive com entusiasmo

Fazer as coisas que nos entusiasmam, como ler um livro enroscado no sofá, caminhar na natureza, ouvir aquela música, saborear a companhia de amigos, trabalhar naquele projeto, dedicar-nos aquela Causa leva à estimulação de serotonina, chamada também de hormona da felicidade. A serotonina é um neurotransmissor fabricado no nosso cérebro que contribui para a sensação de bem-estar. Fazer coisas que nos entusiasmam gera o aumento dos níveis de serotonina no organismo, que, por consequência, aumentará a predisposição interna para sentirmos felicidade.

 

  1. Vive o teu Propósito

Começando por fazer algumas das coisas que nos entusiasmam pode conduzir-nos a algo maior, levando-nos a assumir a decisão de convertermos essas coisas num trabalho diário. Todas essas coisas que nos entusiasmam são traduzidas também como dons e talentos, sendo naturais e únicas em cada um de nós, dispensando o esforço, cansaço e desgaste para que os nossos objetivos se manifestem. Não precisamos esforçar-nos para nos sentirmos felizes e deixamos de olhar para o bater do relógio. Sentimos como se o tempo parasse enquanto estamos a viver aquilo.

Por estarmos entusiasmados, encontramos um Propósito maior para as nossas ações e um sentido maior para a vida. Encontramos a felicidade e vivemo-la. Dentro.

 

  1. Vive com gratidão

Quando as nossas ações ganham um Propósito e um sentido maior, é sinal que estamos a apreciar o que estamos a fazer, com quem estamos e onde estamos. E a apreciação é a porta de entrada para a gratidão, a emoção que tudo cura e onde nada falta.

Através da gratidão consegues romper o medo, castrador da vulnerabilidade, bloqueador da nossa essência e gerador de escassez.

A prática diária da gratidão permite-nos em primeiro descobrir e por consequência aceitar que nada, mas mesmo nada nos falta. E quando descobrimos que nada nos falta, descobrimos o caminho da felicidade.

 

  1. Vive a meditação

A prática da gratidão aliada à prática da meditação, representa a união metafórica do anel que encaixa no dedo na perfeição. A meditação tem inúmeros benefícios revelados ao longo de milénios e comprovados cientificamente durante as últimas décadas.

Segundo Richard Davidson, um neuro cientista da Universidade de Winsconsin, que levou a cabo um estudo de longo prazo sobre os efeitos da meditação no cérebro durante 12 anos, tendo como uma das principais personagens do estudo o monge Matthieu Ricard intitulado de o homem mais feliz do mundo, concluiu que são 4 os componentes necessários para o bem-estar que conduzirá à felicidade:

*A resiliência – a capacidade de recuperarmos rapidamente das adversidades da vida.

*O lado oposto – o desenvolvimento da capacidade de vermos o lado positivo das coisas em qualquer situação.

*A atenção plena – a capacidade de aprendermos a educar a nossa mente para o momento presente.

*A generosidade – a capacidade de sermos bondosos para os outros, ativa a parte do nosso cérebro que sustém as emoções positivas de forma duradoura.

Através da prática da meditação diária, estes 4 componentes podem ser mentalmente estimulados e treinados, tal e qual como se treina para uma maratona, para tocar violino ou para aprender a cozinhar. Experimenta começar por praticar a arte da meditação, fechando os olhos e ficando 1 minuto silêncio de manhã ao acordar e à noite antes de deitar.

 

Como alcançares então a felicidade que mereces?

Começa por fazer coisas que te entusiasmem, descobre e percebe qual o teu Propósito de vida, permite-te experienciar diariamente gratidão e dá a mão à meditação.

 

Para receberes mais mensagens inspiradoras clica AQUI.

 

Desejo-te um dia inspirador

Mário Caetano

Coach, autor e palestrante inspirador

 

Gostaste deste artigo? Aqui seguem mais algumas sugestões:

Share This